ANIMAÇÃO MISSIONÁRIA

I Congresso de Pastoral Paroquial Verbita / 03-07 de Maio 2010- Sta. Isabel (ES)Propostas das Oficinas

1- Animação missionária vocacional

*  Formar e capacitar equipes missionárias em nossas paróquias para que elas sejam fontes de encorajamento e referência para os demais grupos e pastorais, levando em consideração o rosto Verbita.
* Organizar um encontro da subzona para as equipes missionárias provinciais.
* Fomentar a formação de grupos dos “Amigos do Verbo” que possam juntar forças no trabalho missionário da Congregação. (Retomar o projeto de leigos missionários já aprovado na assembleia da zona PANAM em 2006)

2- Participação e Formação dos leigos em Espiritualidade verbita

* Formar equipes permanentes de formação de leigos e leigas e agentes de pastoral nas paróquias: bíblica, teológica e pastoral (sacramental, litúrgica, social).
* Retiro espiritual a partir do carisma verbita.
* Elaborar um projeto de formação, a partir do diálogo profético, dando ênfase às 4 dimensões características verbitas: Bíblia,  Animação Missionária, Comunicação, Justiça e Paz.
* Proporcionar formação especializada para que cada leigo possa atuar nas várias dimensões (teológica, bíblica e pastoral).
* Criar espaços de reflexão e organização dos leigos/as em nível paroquial, provincial/regional segundo as orientações do Conselho Nacional de Leigos (CNL) e carisma Verbita.

3- Administração: Planejamento e Finanças

* A paróquia é uma pessoa jurídica, sem fins lucrativos com todas as responsabilidades de uma empresa e deve ser tratada como tal;
* Deve seguir as normas contábeis segundo a legislação vigente.
* A Congregação do Verbo Divino deve oferecer uma formação administrativa aos seus membros e leigos/as, para serem mais preparados e eficientes.
* A administração deve planejar para ter recursos necessários para as necessidades da paróquia e suas obrigações por meio do dízimo, coleta, festas.
* A equipe administrativa deve ter disponibilidade, iniciativa e espírito de equipe.
* O conselho para assuntos econômicos deve adquirir o conhecimento para elaborar promover projetos.
* autossustento da paróquia, manter toda a documentação dos bens da paróquia, o inventário anual e o contrato para voluntários, firmar contratos válidos e ter contratos atualizados.
* O conselho para assuntos econômicos não deve pensar só em construções, mas também na formação e na evangelização, como por exemplo, pastoral da juventude, pastoral bíblica, justiça e paz.

4- Juventude e Família

* Criar espaço para Juventude dentro da comunidade paroquial e oferecer oportunidade de atuação nas diversas áreas pastorais.
*  Primeiro espaço: Comunidade- Paróquia;
*  Segundo espaço: Distrito;
*  Terceiro espaço: Província/Região;
*  Quarto espaço: Interprovincial/regional.
*  Promover encontros com a juventude:
*  Mobilizar missões com a juventude;
*  Encontros, congressos, dia da juventude, romarias;
*  Trabalhar as manifestações culturais locais como dança, música, artesanato, teatro;
*  Promover celebrações específicas para a juventude;
*  Incentivar a participação da juventude na comunidade local;
*  Promover encontros de espiritualidade e animação vocacional e missionária.
*  Capacitar as lideranças juvenis segundo o carisma verbita:
*  Propiciar o conhecimento da história e carisma Verbita;
*  Criar meios para divulgar o símbolo da Congregação do Verbo Divino entre a juventude.
*  Utilizar os meios de comunicação atuais: • Blog, e-mail, twitter, orkut, MSN, facebook,
audio-visuais, internet, badoo, skype, teleconferência, etc .

5- Movimentos e Igreja

* Organizar a paróquia a partir de pequenas comunidades, que englobam, de certa maneira, as CEBs, formando uma rede de comunidades.
* Trabalhar com movimentos quando eles se integram no plano da pastoral de conjunto. A paróquia deve acompanhar e dar formação.
* Com outras Igrejas e denominações, fazer o diálogo profético pela ação em comum em defesa da vida (pastoral carcerária, pastoral da criança, cestas básicas etc.).
* Manter a opção preferencial pelos pobres.
6- Pastoral urbana, semiurbana e rural

* Potencializar e dinamizar a paróquia como rede de comunidades missionárias, atuando nos diferentes lugares, onde as pessoas se encontram.
* Criar um plano de pastoral que leve em conta a realidade de mobilidade humana.
* Criar espaços em nossas comunidades de interação com o mundo juvenil.
*  Levar em conta no processo de formação laical a dimensão ecumênica.

PROPOSTAS FINAIS

* Assumir a renovação da paróquia verbita como rede de comunidades, considerando as 4 dimensões da Congregação, dando destaque especial aos leigos e aos jovens.

* Potencializar e dinamizar a paróquia como rede de comunidades missionárias, atuando nos diferentes lugares onde as pessoas se encontram.

* Formar e capacitar equipes missionárias em nossas paróquias, e redes de comunidades, para que sejam fontes de evangelização e missão, levando em consideração o rosto verbita.

OBSERVAÇÕES
* As propostas finais são recomendações assumidas pelo Congresso para o trabalho de Evangelização Paroquial Verbita na subzona.

*  As propostas das oficinas são orientações às paróquias a serem consideradas nas suas atividades pastorais.