Pular para o conteúdo

A Paróquia São Raimundo Nonato através da Pastoral Litúrgica realizou no dia 01 de agosto de 2021 o Retiro de Espiritualidade para os membros que servem na Liturgia, na ocasião participaram também os Ministros Extraordinários da Comunhão que se preparavam para a renovação que aconteceu no dia 17 de agosto.

O retiro é uma preparação espiritual para melhor vivenciarmos a festa do nosso padroeiro, escolhemos o Carapanari, local afastado do barulho da cidade fazendo com que cada pessoa se encontre com Deus através do silêncio e da contemplação a natureza divina, Ir. Antônio da Congregação de Santa Cruz nos ajudou no direcionamento espiritual, fazendo-nos refletir o nosso trabalho e serviço dentro da comunidade. A união, respeito, valorização, amor, sabedoria e diálogo esteve presente na fala sua fala, uma comunidade unida através do mesmo propósito de evangelização é o que queremos.

Conta a história que, já nos anos 1600 e poucos, no tempo do aldeamento dos povos Indígenas, essa região que atualmente é CURUÁ era conhecida como aldeia BARÉ. A devoção popular era voltada para Nossa Senhora do Carmo. Inclusive se diz que essa região era mais movimentada que o próprio Alenquer e Óbidos.  Mas a partir do século 19, começou a devoção a SÃO RAIMUNDO NONATO. Naquele tempo a situação era muito precária. Era difícil o acesso às pequenas capelas, que eram o centro de encontro do povo. Mas a Fé Católica do povo era fervorosa.  O povo era perseverante e não existiam igrejas evangélicas.

Depois de centenas de anos das realizações das festividades de São Raimundo, chegou o nosso tempo. Este ano, 2021, ainda no tempo da pandemia Covid-19 justamente um tempo desafiador em que a Congregação do Verbo Divino assume essa paróquia desde, dia 6 de junho.  No dia 19 de junho as 08.30h da manha realizamos primeiro Conselho Pastoral Paroquial com um numero reduzido. A pauta principal era sobre a festividade do padroeiro da Paróquia. Acatamos então muitas sugestões e decidimos como tema central: Com São Raimundo Nonato aprendamos a Vivenciar o nosso Batismo. A data das festividades este ano foi de 22 a 31 de agosto. Inclusive foram convidadas pessoas que queriam fazer parte das equipes para organizar a festividade. Assim seguindo, depois varias reuniões e trabalhos foram formadas as esquipes de trabalho para a festividade, tanto da parte social quanto da religiosa.

Ficou definido que o Círio seria no dia 22 de agosto na responsabilidade  das comunidades da área Justina Farias com santa missa na comunidade São Francisco do Igarapé Açú,as 06.00h da manhã em seguida a carreata ate a praça frente da igreja São Raimundo Nonato. A missa foi presidida pelo bispo D. Bernardo O.F.M.

Graças a Deus a festividade esta se realizando com a presença dos nossos convidados celebrantes.  Começou com o Bispo de Óbidos também os confrades Verbitas Pe. Pio e Pe. Leonardo. Estiveram presentes também Frei Carlos, OFM, e Padre Sabá (diocesano) que já doaram sua vida nesta paróquia por muito tempo. Foi bonito ver que o povo das comunidades urbanas e das áreas rurais (várzea e terra firme) foram responsáveis pelas celebrações durante a festividade, além de umas pastorais.   Área Justina Farias (7 comunidades), umas  4 comunidade da área  José Chavez, área Frei Alberto ( 6 comunidades), área Frei Rodolfo ( 5 comunidades), outras comunidades urbanas ( 4), área Frei Carlos ( 7 comunidades), área Nilson Gomes ( 6 comunidades). No total são 39 comunidades das 54 da paroquia que organizaram as celebrações durante a festa. Também as Pastorais: Liturgia, Juventude, Catequese, Familiar, Dizimo, Batismo, Terço dos Homens e PASCOM,   que transmite as celebrações e outros eventos , como: carreata no círio, leilões, show de prémios, cozinha ,  vaqueirama (procissão com cavalos na véspera da festa) e outros.  Além disso, houve uma novidade: é que a limpeza da igreja durante a festa na responsabilidade das comunidades urbanas.

O Bispo na sua mensagem diz que “a festividades de São Raimundo Nonato quer ser um momento de renovação para todo batizado e ao mesmo tempo um momento oportuno para a missão com o anuncio do Evangelho de Jesus que deve ser feito também aqui entre nós”. Em resumo, as reflexões dos padres celebrantes, foram justamente baseadas nos subtemas de cada noite das festividades que são condições importantes quando se reflete sobre como os cristãos e cristãs devem VIVENCIAR O BATISMO no meio dos desafios do mundo atual, mundo virtual, mundo de competição e afastamento de Deus em comparação das situações nos tempos anteriores. Os subtemas foram escolhidos de acordo com as leituras do dia: Obediência; Encontro com Jesus; Gratidão a Deus; Buscai primeiro o Reino de Deus; Ser fiel e prudente; Orai e vigiai; Colocar os dons a serviço; Sejamos praticantes da Palavra e não meros ouvintes; Missão de Jesus, nossa missão.

No decorrer da festa até o final,  escutamos manifestação do povo dizendo que  ficaram surpreendidos  com grande numero de participação do povo nas  celebrações,  principalmente noites no meio da semana em vista dos tempos anteriores sem pandemia; ficou clara a  demonstração da fé do povo na festa toda mas destacamos no dia do  Círio e na Vaqueirama (uma mistura entre a cultura e a fé); espirito de  colaboração do povo também muito grande e que a festa ocorreu na santa paz e foi  muito positiva mesmo que foi preparada em menos de dois meses.  Como nova  comunidade VERBITA  em Curuá,   ficamos gratos. Isto nos anima, nos traz um sentimento de acolhida, na pratica,  nos confirma para a caminhada de  povo de Deus nos  próximos anos.

Santo Arnaldo Janssen nos diz “a alegria que podemos dar aos homens de hoje é levar-lhes a Boa Nova de Jesus Cristo”

Finalizando, a comunidade Verbita e o Conselho Pastoral Paroquial agradecem a todo povo, os fieis de todas as comunidades, aos devotos, a todos os Celebrantes, todas as equipes que se doam, aos colaboradores, doadores, patrocinadores e os voluntários que tornaram possível a realização da festividade de São Raimundo Nonato neste ano de 2021. Nossos agradecimentos também vão aos participantes que nos acompanham virtualmente através dos meios de comunicação social durantes as festividades. Que nosso glorioso São Raimundo Nonato interceda a Deus Uno e Trino por cada uma e cada um pela sua generosidade.

Deus vos abençoe.

Fraternalmente no Verbo Divino.  Pe.Josef Mapang, svd

A pandemia do novo coronavírus chegou como um dilúvio, devastando a vida. O mundo vive em colapso sem precedente, sofrendo crises em vários aspectos da vida humana inclusive a fome. A pandemia mortal reflete negativamente de forma direta à mesa da população, aumentando assim a fome e a miséria. Milhões de pessoas estão passando fome, principalmente a população mais carente.

Apesar do esforço de muitas organizações não governamentais em ajudar o povo afetado ainda não foi e não está sendo suficiente. E para piorar a situação é que o auxílio emergencial dado pelo governo federal foi diminuído no final de 2020. Há falta de recurso financeiro  por um lado e por outro lado há aumento sem freio o preço de alimentos. Todos esses fatos contribuem para o crescimento da pobreza. Estamos diante de uma realidade devastadora da vida e uma crise da ausência de soberania alimentar.

Diante dessa realidade gritante, a congregação da Sociedade do Verbo Divino através de sua dimensão social (JUPIC) assumiu o compromisso, sendo solidária com a vida dos irmãos e irmãs que encontram nessas situações complicadas. A congregação do Verbo Divino na sua possibilidade está permanentemente atenta aos gritos do povo e seus problemas sociais.

A dimensão social da região amazônica solicitou ajuda do generalato em Roma através da JUPIC o recurso a fim de comprar alimentos para posteriormente doá-los em cestas básicas aos necessitados. Graças a Deus o pedido foi contemplado. Nossa gratidão ao generalato. Com o recurso doado, nós estamos partilhando cestas básicas em algumas paroquias e áreas da região svd amazônica.

Pe. Adventinus , SVD