Pular para o conteúdo

A Comunidade Santo Antônio de Laguinho é Elevada a Paróquia

Igreja Santo Antônio de bairro Laguinho, Santarém

A Comunidade Santo Antônio de Laguinho, Santarém, que pertencia da Paróquia São Raimundo Nonato, foi desmembrada e elevada a paróquia, no dia 5 de junho de 2022, pelo Arcebispo Dom Irineu Roman. Padre Henrique Mendonça, SVD é o primeiro pároco desta nova paróquia.

A origem da comunidade

A comunidade do Laguinho surgiu nos anos finais da década de 1960. Na época, os Franciscanos administravam as atividades religiosas na área. Em meados de 1972, um espaço localizado na Avenida Tapajós, onde a comunidade passou a se reunir e realizar as celebrações. Em 1974, conseguiu-se um terreno na Travessa Luís Barbosa, entre a Avenida Tapajós e a Rua Vinte e Quatro de Outubro. Em janeiro de 1975, com a autorização da Prefeitura, iniciou-se a construção de um barracão em madeira e com cobertura de palha. No mesmo ano, iniciou os movimentos para a construção de um barracão mais estruturado. Por volta de 1990, a Área da Liberdade passou a ser administrada pelos Padres Diocesanos. Em 1991, a comunidade escolheu e adquiriu a imagem do seu padroeiro, Santo Antônio. Nesse período, a comunidade decidiu instalar uma secretaria em apoio às ações pastorais e celebrativas.

Até 1996, manteve-se a igreja com a estrutura de alvenaria, com paredes de tijolos vazados e cobertura de telha. Em 1998, fez-se uma ampliação na parte da frente, inserindo-se duas torres, com a intenção de ampliar a largura e a altura da igreja. E passou-se a investir na aquisição de recursos para a compra de dois terrenos laterais para garantir a ampliação da igreja e a const

Elevação
Padre Henrique Medonça tomando posse da nova paróquia com Bispo Dom Irineu Roma

rução de um salão comunitário. Até essa época, a comunidade ainda pertencia à Área Pastoral da Liberdade, elevada à condição de Quase Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. Em 1999, a comunidade foi anexada à Paróquia São Raimundo Nonato, assumida pastoralmente pela Congregação dos Missionários do Verbo Divino (SVD).

A igreja nova e as ações pastorais e celebrativas

No dia 13 de junho de 2006 Bispo Auxiliar da Diocese de Santarém, Dom Severino Batista de França, abençoou a pedra fundamental da construção do novo igreja com sete torres e a nave interna com o presbitério (altar) para a lateral. Os últimos serviços de finalização do novo prédio ocorreram em 2019, com a colocação do forro interno e a climatização da igreja.

Ao longo dos últimos anos, avançou-se com a realização de atividades celebrativas e devocionais. Além das celebrações às quartas e aos domingos, introduziu-se, em 2016, o Terço Luminoso, na primeira sexta-feira de cada mês, às 19h; em 2019, após o Terço Luminoso, introduziu-se a Celebração Votiva ao Sagrado Coração de Jesus; e em 2021, introduziu-se a Adoração ao Santíssimo Sacramento, duas vezes ao mês, na sexta-feira, às 19h30.

Manoel Danilo Vasconcelos de Siqueira

ansiedade
Transtorno de ansiedade Art: Ana Paula da Trindade

De repente você se encontra irritado com pessoas que você considera lentas de raciocínio e de atitudes. É como se você fosse um carro na estrada com capacidade para correr até 200 km/h, mas tivesse que acompanhar um outro carro que está correndo a 30 km/h. Pode ser também que você tenha tido insônias inexplicáveis; tenha tido muito suor nas mãos e na fronte; o coração tenha acelerado facilmente. A pressão arterial não baixa mais. Surge de repente um aperto no peito, sem explicação. Uma agonia. Um medo irracional. Uma tremedeira. Náuseas. Pode ser que nada te satisfaça no dia a dia. A vida tenha se tornado um tédio. Em casos mais graves até o cabelo começa a cair. Então, a solução é descontar na comida, para preencher um vazio físico e psicológico. O cigarro tenha surgido como um paliativo, assim como a bebida alcoólica e outros vícios. Pode ser ainda que para amenizar a sua dor você começa a se cortar com gilete, ou outro objeto cortante.

Se você se identificou com muitos dos sintomas acima... é possível que você esteja com o Transtorno de Ansiedade, ao nível médio, moderado ou grave. A princípio, a ansiedade é saudável.  Na vida precisamos de um certo nível de ansiedade. Sem ela seria pessoas lentas, entediadas, sem criatividade, passivas, preguiçosas. No entanto, ela se torna um transtorno quando afeta a nossa saúde mental e o nosso convívio social. A ansiedade tem sido considerada o mal do século. Só no Brasil, cerca de 9,3% da população sofre de algum transtorno de ansiedade, liderando o ranking das nações mais ansiosas do mundo, segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Transtorno da ansiedade Art: Ana Paula da Trindade

Ela pode ainda ser definida como: “excesso do amanhã e ausência do hoje”. Sentir-se ansioso causa um misto de emoções volúveis que, em casos frequentes, podem ser altamente danosas à nossa saúde. Geralmente é caracterizada por uma tensão ou desconforto derivado da antecipação de perigo, de algo desconhecido ou estranho à nossa rotina. “A ansiedade se torna doentia quando assume sintomas psíquicos negativos contínuos e intensos, como irritabilidade, humor depressivo, angustia, baixo limiar para frustrações, fobias, preocupações crônicas, apreensão continua, obsessão, velocidade exacerbada dos pensamentos (Augusto Cury) ”. Augusto Cury, 2014, atribui as causas da ansiedade à vários fatores: estilo de vida, ambiente, relações sociais, fatores socioeconômicos, etc.

ANSIEDADE SOCIOPROFISSIONAL: excesso de trabalho, pressões, cobranças, metas inalcançáveis, ofensas, medo do futuro, crise politica, dificuldades financeiras, pressão nas provas escolares. Vivemos frequentemente em famílias ansiosas, empresas ansiosas, escolas ansiosas.

ANSIEDADE CAUSADA PELO ESTILO DE VIDA MODERNO: trabalho intelectual intenso, tempo prolongado diante da TV, excesso de informações (mas não de formação), excesso de preocupação, excesso do uso de smartphones e de internet, consumismo, necessidade neurótica de poder, de evidência social, de se preocupar com a estética. Atinge mais de 80% dos indivíduos de todas as idades, de alunos a professores, de intelectuais a iletrados, de médicos a pacientes.

Sem perceber, a sociedade moderna-consumista, rápida e estressante – alterou algo que deveria ser inviolável, o ritmo de construção de pensamentos, gerando consequências seríssimas para a saúde emocional, o prazer de viver, o desenvolvimento da inteligência, a criatividade e a sustentabilidade das relações sociais. Adoecemos coletivamente (CURY, 2014).

DICAS PARA AMENIZAR A ANSIEDADE:

Escreva seus pensamentos e sentimentos (crianças, jovens e adolescentes); faça uma coisa de cada vez; abandone a necessidade de controlar tudo; faça exercícios físicos; trabalhe a respiração; se concentre no presente; viaje para outro ambiente, interior... (quando possível); mudança de hábito em relação à comida e bebida; sintomas físicos: exercícios físicos/meditação; psicoterapia: procurando o profissional mais adequado para você; procurando ajuda médica; desenvolvendo a assertividade e delegando tarefas; habilidades sociais de amizade: retomando a vida social; descanso é diferente do lazer. Sugestão de leitura bíblica do maior psicólogo que já existiu, Jesus Cristo: (Mateus 6:24-33)

Pe. Aparecido Luiz de Souza, svd.

(93) 99128 3042

 

Pe. José Boeing SVD e na Comunidade comunidade de Kwatá

Em nome da REPAM (A Rede Eclesial Pan-Amazônica) e Vivat Internacional Padre José Boeing, missionário Verbita, fez uma viagem de barco que demorou mais de cinco horas para o município de Nova Olinda, a margem do Rio Madeira, estado do Amazonas, Prelazia de Borba, no período de 16 a 22 de maio de 2022. Onde houve o curso de Políticas Públicas e ecologia integral com participação de 104 pessoas, lideranças e jovens das oito Aldeias Munduruku, comunidade de Kwatá, Rio Canumã, Paróquia Nossa Senhora de Nazaré e São José. Segundo padre José a assessoria faz parte de um projeto social com formação para as lideranças da prelazia. Esse foi o primeiro módulo da formação de tantos outros futuramente.

Lideranças idígena no curso de Políticas Públicas e ecologia integral

Ele disse que ainda essa semana, vai acontecer diversas formações e acompanhamento aos defensores públicos e ao direto humano ameaçados e perseguidos.

Depois de dois anos, a coordenação das dimensões (Bíblia, JUPIC, Comunicação e Animação Missionária) e áreas de trabalho missionário (Espiritualidade, Formação e da Subzona-Brasil) se reuniu em Suzano, São Paulo nos dias três a cinco de maio de 2022. O objetivo do encontro era avaliar as atividades missionárias do triênio, e trazer propostas para próximo triênio. O total de 22 participantes fizeram presença no encontro.

Encontro da Subzona - Verbita -Brasil 2022

            O encontro iniciou depois do almoço, com uma oração e apresentação dos participantes. Em seguida, o grupo fez Análise de conjuntura refletindo sobre a situação política, econômica, eclesial e ambiental do Brasil. O vereador Antônio Kalunga, de São Paulo, auxiliou a usar ferramenta e refletir o assunto. Ele usou o aplicativo mentimeter da internet, para responderem a quinze perguntas. Posteriormente, houve uma celebração eucarística.

A frase “Ficai conosco Senhor” era a palavra chave para reflexão do segundo dia na oração, conduzida pelos coordenadores da dimensão Animação Missionária. Depois da oração Pe. José Boeing, coordenador da Subzona Brasil, relatou uma retrospectiva da Subzona Brasil. Logo após, foi pedido que os coordenadores apresentassem uma avaliação do trabalho (atividades) e proposta para próximo triênio. A pergunta para o grupo era: Como sua dimensão pensa em um plano de ação conjunta? Os participantes dividiram-se em cinco grupos para responderem as perguntas e apresentar pela tarde. O dia encerrou com oração eucarística e refeição.

Coordenadores das dimensões - Subzona Brasil

Com a responsabilidade dos coordenadores da comunicação o terceiro dia iniciou com oração Eucarística. Em seguida, Pe. José Boeing apresentou os planos de ação do Vivat Internacional. Segs. Igreja e mineração; Cultura da paz (desarmamento); Autoproteção dos povos e seus territórios; Mulheres e as relações do gênero; Combate ao agronegócio/agrotóxico; Economia solidária (erradicação da pobreza).

Finalmente, o grupo foi pedido para responder as seguintes perguntas em vista de planejar melhor o trabalho. As ações a partir das dimensões integradas que devemos fazer na província e na região; as ações para assumir a nível de subzona; Plano de ação da Laudato Si. Apoio a Vivat Internacional; Sugestão para redimensionamento; Formação dos leigos e sugestão de data para o próximo encontro. Os coordenadores planejaram a celebração de 150 do Verbo Divino no mundo e 130 anos no Brasil.

O encontro encerrou com avisos, agradecimentos e oração final. A noite houve confraternização entre os verbitas.